07/11/2012

Menos é mais

As palavras da Rita, têm me dado muito em que pensar (e que fazer também!).

De que vale termos mil e uma coisas atarracadas nos armários, que nunca usamos? coisas que foram oferecidas e que não gostamos muito, outras que comprámos há décadas e com que já não nos identificamos, outras que não têm realmente utilidade funcional.
 
Quando olhei para dentro do meu aparador nem sequer percebia o que lá estava! copos de cristal que eram da minha mãe e que serviram para desenrascar até comprar outros (comprei outros e os de cristal ficaram na mesma), um fondue de queijo muito giro mas usado apenas uma vez em doze anos, um conjunto de sushi nunca usado em sete anos, um pimenteiro desemparelhado do saleiro (que se partiu)...

 
Depois de tirar tudo e fazer uma selecção rigorosa, ficou assim. Finalmente percebo o que tenho!
 
 
A porta ao lado, estava neste lindo estado! todas as garrafas estavam vazias ou quase vazias, um vaso com uma vela esquecido por lá, uma tábua de madeira rotativa nunca usada...

 
Nova selecção e o resultado foi este!

 
As chávenas de café passaram para a cozinha (que é onde está a máquina), mantive os copos de cristal mais pequenos para os licores (que não tenho, mas hei-de comprar), as garrafas vazias desapareceram, encontrei uns pratos quadrados que comprei há séculos e que nunca usei (deixei-os ficar na condição de os usar nos próximos 12 meses, caso contrário vou doá-los), livrei-me do vaso esquecido e de todos os pratos e coisas de servir que nunca usei e sei que nunca iria usar.
 
 
Saber que as minhas coisas podem ser utéis para alguém ajuda muito neste processo de destralhar e ter uma vizinha no prédio que se disponibiliza a levar as coisas para a associação onde é voluntária ainda ajuda mais.
 
 
[este é um post que pouco ou nada tem a ver com poupança propriamente dita, mas de há algum tempo para cá, que ando a tentar ter uma vida mais simples com menos coisas, pelo que me dá gosto partilhar isto convosco].

11 comments:

Maria João disse...

Ficou muito bom.

Esse é o problema de todas nós, tralha a mais.
Um destes fins de semana de chuva, vai ser a minha vez.

Bjs,
MJ

Madalena Nunes disse...

Gostei de ver que a Rita tambem te tocou. Adoro as dicas dela. Os seus armarios ficaram muito melhores. Os meus vão um pouco de cada vez.
Desejo que continue a postar aqui os seus desapegos para dar incentivo a outras como eu.
Beijo

Paula_2700 milhas disse...

Ficou muito melhor!

Sini disse...

Ficou mt bem! Também ando nesta fase, inspirada pela Rita! :)

farruska disse...

muito bom. se a tua vizinha quiser mais coisas para a associação, inclusive móveis, please let me know. tentei dar ontem uma mesa de sala a uma associação mas por precisar de ser pintada nao aceitaram ....

Tostão disse...

Que bom que gostaram!

farruska, ainda hoje vou-lhe lá perguntar e se ela estiver interessada peço-lhe o email para que a possas contactar, que tal? (bjo grande, fico contente pela tua visita!!!)

Patricia M. Silva disse...

Eu também li o post da Rita e fiquei a pensar se não seria isso que iria fazer este fim de semana..
Bjs
http://eintagwieheute.blogspot.pt/

ana martins disse...

Tambem gosto desse conceito de destralhar e muitas vezes faco isso.,
Quando falas em comprar locores, experimenta fazer.
Nao custa nada e ficam muito bons, sempre se poupa...

Tostão disse...

ana martins, é realmente uma boa ideia, nunca fiz licores ou afins, mas secalhar agora era uma boa desculpa fazer ;) obrigada pela sugestão!

Nessie disse...

Ora aqui está algo que tenho que pensar em fazer brevemente! ;)

Vania Lacerda disse...

Ficaram muito mais bonitos e mais organizados, os teus armários! E é verdade: não precisamos de tãntas coisas assim, que nem usamos...

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Blog Template by BloggerCandy.com